Loading
Associe-se

CCPPC realça papel da RAEM como ponte sino-lusófona

CCPPC realça papel da RAEM como ponte sino-lusófona
Publicado em 5 Julho, 2024
Partilhar

O principal órgão consultivo político da China realizou uma sessão de consulta virtual na sexta-feira para analisar os papéis de Hong Kong e Macau no “desenvolvimento de novos sistemas da China para uma economia aberta de padrão mais alto”, informou a agência Xinhua. A reunião do Comité Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPC) foi liderada pelo seu presidente, Wang Huning, que também é membro do Comité Permanente do “Bureau” Político do Comité Central do Partido Comunista da China. Durante o encontro, Wang Huning enfatizou a importância de concentrar a investigação em questões-chave relacionadas com os papéis das duas regiões administrativas especiais da China, apelando à emissão de “recomendações políticas viáveis e direccionadas para apoiar a implementação de políticas nacionais que ajudem ao desenvolvimento de Hong Kong e Macau. Doze membros do Comité Nacional da CCPPC fizeram comentários sobre essa matéria, em intervenções feitas a partir de Pequim, Fujian, Hong Kong, Macau e outros locais por meio de videoconferência. Em geral, segundo a Xinhua, “propuseram reforçar a coordenação das regulamentações e mecanismos económicos em Guangdong, Hong Kong e Macau para facilitar o fluxo eficiente de pessoas, bens, capitais e dados, melhorando assim a integração do mercado”. As recomendações incluíram a consolidação do estatuto de Hong Kong como centro financeiro, de navegação e comercial internacional, o aproveitamento das vantagens únicas de Macau como plataforma de cooperação entre a China e os países de língua portuguesa e a expansão de ligações internacionais “fáceis e convenientes”. Durante a sessão, funcionários dos departamentos relevantes também partilharam informações e participaram em discussões com conselheiros políticos nacionais. “A realização de sessões de consulta sobre temas específicos continua a ser uma prática regular para o Comité Nacional da CCPPC cumprir as suas funções de consulta política, supervisão democrática e participação na deliberação e administração de assuntos de Estado”, referiu a Xinhua.

JTM