Portugal propõe que Nova Rota da Seda passe pelo porto de Sines

Portugal propõe que Nova Rota da Seda passe pelo porto de Sines

Portugal quer ser um “ponto de encontro” na Nova Rota da Seda, projeto internacional de infraestruturas proposto pela China, através do porto de Sines, disse esta quarta-feira o Secretário de Estado da Internacionalização, Jorge Costa Oliveira.

“Propomos que seja incluída uma rota marítima até Sines e que a rota da seda terrestre ferroviária, que já vai de Chongqing até Madrid, vá um pouco mais e chegue a Sines”, afirmou à Lusa, em Pequim, Costa Oliveira. 

Divulgado em 2013 pelo Presidente chinês, Xi Jinping, a Nova Rota da Seda visa reativar a antiga via comercial entre a China e a Europa através da Ásia Central, África e sudeste Asiático. Inclui uma malha ferroviária, portos e autoestradas, abrangendo 65 países e 4,4 mil milhões de pessoas, cerca de 60% da população mundial.

Até à data, a ligação ferroviária mais longa vai desde Chongqing, município no centro da China, até Madrid, atravessando o Cazaquistão, Rússia, Bielorrússia e Polónia, e entrando na Europa central através da Alemanha.

Portugal quer incluir no projeto uma rota atlântica, beneficiando do alargamento do canal do Panamá, que permite que as rotas do Extremo Oriente cheguem ao Oceano Atlântico, disse Jorge Costa Oliveira, que esta semana participou, em Pequim, num fórum internacional dedicado à iniciativa, onde estiveram 28 chefes de Estado.

“Essa rota tem um fundamento económico claro, que se estriba no grande potencial para os supercargueiros pós-Panamax passarem utilizar o canal do Panamá”, explicou, referindo-se aos cargueiros que transportam até 400.000 toneladas de mercadorias. 

Dinheiro Vivo

Leia a notícia na íntegra AQUI

Pub