Loading
Associe-se

MNE Português em Macau

MNE Português em Macau
Publicado em 5 Fevereiro, 2018
Partilhar

O Ministério dos Negócios Estrangeiros em Lisboa está a preparar uma deslocação de Augusto Santos Silva a Macau e à China, apurou o PONTO FINAL. Na RAEM, o ministro presidirá à reunião da Comissão Mista Macau-Portugal.

Duas dúvidas nesta altura: o momento exacto em que decorrerá e onde irá Santos Silva, em concreto. As nossas fontes dizem-nos que Maio será o mês mais provável, mas que isso também dependerá das autoridades Chinesas, com quem a visita está a ser preparada.

Um dos objetivos do ministro Português é presidir à cerimónia que marcará a reabertura do Consulado em Cantão, mas Pequim também estará na agenda.

A reabertura do Consulado de Cantão, depois do encerramento forçado na sequência da Revolução Cultural, em 1966, tem tido uma vida atribulada.

José Cesário, o secretário de Estado das Comunidades no governo de Passos Coelho, anunciou que estaria em funcionamento em Outubro de 2015, depois de o ter apresentado inicialmente em… 2013. Em Outubro de 2016 era formalmente aprovado em Conselho de Ministros. E pelo meio o cônsul designado já foi substituído: André Sobral Cordeiro ocupou as funções que estavam a ser desempenhadas por Duarte Bué Alves.

 

Comissão Mista parou em 2017

A presença de Augusto Santos Silva, liderando a comitiva Portuguesa que vai participar na reunião da Comissão Mista Macau -Portugal, será uma forma de compensar a interrupção verificada no ano passado.

Em 2014 Macau e Portugal decidiram realizar anualmente as reuniões da Comissão Mista, criada no âmbito do Acordo de Cooperação assinado mutuamente em 2001.

Até 2014 apenas duas vezes a Comissão Mista se tinha realizado: 2011 e 2013. Nesse ano, a RAEM recebeu a 3ª reunião.

As duas partes voltam a encontrar-se em 2016, quando Chui Sai On visitou Portugal, mas a 5ª reunião não aconteceu em 2017, como estava previsto (houve, sim, a 2ª reunião da Sub-Comissão Mista sobre questões de Educação e Língua).

Uma fonte do MNE justificou assim a paragem: “o ano de 2016 foi muito intenso na relação bilateral. O Primeiro-Ministro deslocou se à China e participou no Fórum Macau. Reuniu-se em Lisboa a Comissão Mista, ao nível ministerial”.

Chui Sai On e Augusto Santos Silva voltarão, portanto, a encontrar-se este ano à mesa das negociações e talvez cheguem à conclusão que é mais acertado reunir de dois em dois anos.

Ponto Final Macau