Loading
Associe-se

Macau – Plataforma de negócios entre a China e os países de língua portuguesa

Macau – Plataforma de negócios entre a China e os países de língua portuguesa
Publicado em 11 Outubro, 2018
Partilhar

É procurando responder a estas questões que a Revista PORT.COM vai promover a conferência Macau – Plataforma de negócios entre a China e os países de língua portuguesa, dia 15 de novembro, na Fundação Oriente, em Lisboa.

Na realidade, cada vez mais, o papel que Macau desempenha atualmente como ponte entre a China e os países de língua portuguesa para promover a cooperação do comércio e do investimento tem sido objeto de atenção e ação política por parte das autoridades chinesas e é precisamente com o objetivo de juntar os esforços na criação de oportunidades de negócios nos mercados da China e das nações lusófonas que a PORT.COM, revista de Portugal e das Comunidades dedica a este tema um amplo espaço informativo e de network. Esta conferência surge, assim, na sequência do Dossier dedicado a Macau que integra esta edição de outubro e também do Dossier já publicado na edição de junho, cujo tema central se centro nas relações económicas entre Portugal e a República Popular da China.

Objetivos: 

  • Proporcionar o debate entre o tecido empresarial português, os países de expressão lusófona e chinês, para as potencialidades e vantagens mútuas de investimento entre os países;
  • Informar as empresas para, através do território de Macau, promoverem as suas relações comerciais com a China.
  • Dar a conhecer as várias oportunidades que atualmente existem nos mercados para as empresas portuguesas, da lusofonia e chinesas. Casos de sucesso empresarial português e chinês;
  • Informar acerca de algumas especificidades para investir na República Popular da China.

Para esta Conferência, a PORT.COM conta com a presença de membros do Governo e Instituições portuguesas, Autoridades e Instituições de Macau, bem como de países de expressão portuguesa, câmaras de comércio e representantes de empresas portuguesas e chinesas que são já protagonistas do estreitamento de relações comerciais entre os dois países.

Entidades que participam no projeto:

  • Governo português
  • Governo da RAEM / Delegação Económica e Comercial de Macau, em Lisboa
  • Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP)
  • Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPCIM)
  • Associação Empresarial de Portugal (AEP)
  • Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (FORUM MACAU)
  • Fundação Oriente
  • Associação de Jovens Empresários Portugal-China (AJEPC)
  • Câmara de Comércio e Indústria Luso Chinesa (CCILP)
  • Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)
  • União das Cidades Capitais de língua Portuguesa (UCCLA)
  • Jornal Tribuna de Macau

Revista PORT.COM