Loading
Associe-se

Chineses avançam na fatia de fusões e aquisições estrangeiras no Brasil

Chineses avançam na fatia de fusões e aquisições estrangeiras no Brasil
Publicado em 28 Dezembro, 2017
Partilhar

A China manteve a liderança e avançou mais um pouco neste ano na fatia de fusões e aquisições por estrangeiros no país. Com compras de US$ 11,92 bilhões no ano passado, os chineses abocanharam em 2016 32,57% do total desses investimentos no Brasil. Em 2017 o valor em aquisições foi menor, de US$ 10,68 bilhões. Mesmo assim o país avançou para 35,06

José Augusto de Castro, presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), destaca que os investimentos chineses, apesar da pequena queda em valor, aumentaram em quantidade de operações. No ano passado, foram sete negócios, enquanto em 2017 as fusões e aquisições chegaram a 16. “Isso mostra que a China continua a aproveitar sua alta liquidez para marcar posição não somente em setores que lhe garantem fornecimento de insumos, como energia ou mineração. Eles apostam também na pulverização e diversificação de interesses num momento em que há ainda ativos em bom preço mesmo com a recuperação da economia.”

Valor Económico