Loading
Associe-se

Braga reforça ligação com a China

Braga reforça ligação com a China
Publicado em 12 Abril, 2018
Partilhar

 

A Câmara Municial de Braga assinou esta terça-feira um protocolo com a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa (CCILC) durante o Fórum Económico Braga-China. Neste evento foram debatidas questões em torno da internacionalização do município, o apoio às empresas que pretendem abordar o mercado chinês, assim como a atracção de investimento.

A iniciativa contou com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e do Embaixador da Republica Popular da China em Portugal, Cai Run.

No final da sessão foi assinado um Protocolo de Cooperação entre o Município e a CCILC com o objectivo de promover acções que dinamizem o tecido económico da cidade e afirmem Braga enquanto destino atractivo para o investimento e acolhimento empresarial.

“Temos uma relação bastante estreita com a China, tendo inclusivamente um acordo de colaboração com Shenyang. São cada vez mais as delegações e cidades chinesas que nos têm visitado nos últimos meses, bem como as empresas Bracarenses que estabelecem negócios em diversos pontos da China”, afirmou Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, lembrando que instituições como o INL e a Universidade do Minho estabeleceram parcerias com institutos Chineses para desenvolverem as suas actividades.

“Queremos aproveitar o aumento dos turistas chineses que estão a chegar a Portugal. É uma área onde acreditamos que se pode verificar um grande crescimento no número de visitantes”.

Por seu turno, o Embaixador da Republica Popular da China em Portugal sublinhou que vai continuar a promover o intercâmbio e colaboração entre empresários dos dois países.

“As relações entre os dois países são excelentes e realizamos já várias cooperações frutuosas em diversas áreas. O volume comercial entre os dois países, em 2017, aproximou-se dos 5 mil milhões de euros e esperamos, no futuro, importar mais produtos portugueses para a China. Segundo os nossos cálculos, Portugal é o quinto destino do investimento chinês na europa”, afirmou Cai Run, adiantando ainda que, no ano transacto, o número de turistas Chineses em Portugal ultrapassou os 250 mil visitantes, o que representa um aumento de 40% face ao que se verificou em 2016.

O Minho