Macau quer papel mais interventivo no Pan-delta do Rio das Pérolas

Macau quer papel mais interventivo no Pan-delta do Rio das Pérolas

Chefe do Executivo de Macau, Chui Sai On, disse segunda-feira em Changsha, capital da província de Hunan, durante o encontro sobre cooperação regional do Pan-delta do Rio das Pérolas, que o governo de Macau está a preparar para o primeiro semestre de 2018 uma visita de responsáveis da região a países de língua portuguesa.

Macau organizou em Março passado uma visita de 50 responsáveis do Pan-delta do Rio das Pérolas ao Brasil e a Portugal para contactos na área ambiental e de gestão hídrica com vista à criação de parcerias.

No encontro, que reuniu responsáveis das nove províncias do Pan-delta do Rio das Pérolas, Macau e Hong Kong (9+2), Chui disse que no âmbito da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” Macau deve aproveitar as vantagens que tem em termos de língua, cultura e relacionamento com a comunidade dos chineses ultramarinos e o papel de ponte entre a China e os países da língua portuguesa para no âmbito do Fórum de Macau servir as regiões e províncias da região.

O Chefe do Executivo disse ainda, no que se refere à Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, que o território tem estado focado em melhorar as funções como centro mundial de turismo e lazer para construir uma base de formação turística destinada a servir a Grande Baía, Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas e o Mundo.

Chui disse igualmente que Macau vai continuar a  a desenvolver o papel de plataforma de serviços na cooperação comercial entre a China e os países de língua portuguesa e explorar, em conjunto com as cidades da Grande Baía e da Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas, oportunidades de negócios e trabalhar com vista a um maior intercâmbio cultural, que tenha por base principal a cultura chinesa e coexistência de uma cultura multinacional, aproveitando o legado acumulado ao longo de mais 400 anos no encontro das culturas oriental e ocidental.

A cooperação com a Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas na promoção da cooperação turística e da ciência e tecnologia, designadamente, através da experiência da região e das suas províncias no desenvolvimento de uma cidade inteligente.

A reunião conjunta das “Lideranças Executivas da Cooperação Regional do Pan-Delta do Rio das Pérolas” foi criada em 2004 e integra os governos das províncias chinesas de Fujian, Jiangxi, Hunan, Guangdong, Guangxi, Hainan, Sichuan, Guizhou, Yunnan e das regiões especiais de Hong Kong e Macau também conhecido por “9+2”.

 

Macauhub

Leia a notícia na integra AQUI

Pub